Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Como lidar com Orçamento do Casamento

1. Não fale sobre os gastos
Nada mais deselegante do que “chorar miséria” para pessoas não intimas. Aliás tem pior: bradar riqueza para todo mundo. Com exceção do seu seleto grupo de amigos parentes mais próximos, não comente sobre os preços das coisas ou quanto você tem para gastar. Se alguém quiser ajuda-la, deixe que o faça por amizade, por carinho, não por pena.

2. Não contar com o ovo no ** da galinha
Não presuma que seus pais ou os pais do noivo vão pagar isso ou aquilo. Se pagarem, ótimo. Se não pagarem, aceite. O que não pode é supor que alguém contribuirá e sair gastando por conta.

3. Não aceite nada sem acertar o custo antes.
Alguns fornecedores acertam um preço X, daí, ao longo do serviço algo acontece e o produto está indisponível ou ele sugere uma outra coisa que “cairia melhor” e lhe diz: “não se preocupe. No final a gente se acerta.” Jamais aceite isso. Tenha total controle de todos os gastos.

4. Não dê um passo maior do que as pernas
Chocolate suíço quem não quer? Imagine, então, barras personalizadas com o nome do casal, fabricadas especialmente para seu casamento!! Um luxo, porém, um luxo que, de repente você não pode ter. Aceite e viva com isso!!

5. Não peça dinheiro aos convidados
O assunto é polêmico. Pra mim, até lista de presente afixada ao convite é inaceitável, mas sou radical. Em qualquer hipóteses pedir dinheiro, dinheiro mesmo, está fora de questão. Hoje existem formas camufladas para isso, quando o convidado contribui com a lua de mel, pagando para uma agência de viagem, etc.

6. Não deixe de se comunicar constantemente com os fornecedores
Como hoje em dia, cada vez mais, se planeja casamento com um grande intervalo de tempo, para evitar surpresas próximas ao evento (com uma eventual e inesperada alta no preço do produto, do frete ou o produto saiu do mercado e terá que substituir por outro, noutro valor) sempre mantenha contato com seus fornecedores para saber como andam os serviços.

7. Não saia falido da sua festa de casamento
Lembre-se que casamento é “começo” de uma nova vida e, como tal, você vai precisar de dinheiro em caixa para esse start. Agora são dois, breve quem sabe três, quatro. Não gaste todas suas economias na festa. A festa é linda, é um momento ímpar, vai ser recordado pelo resto da vida de vocês, mas não vale o sofrimento de virar insolvente.

8. Não perca a conta
Mantenha uma pastinha (ou algo virtual, se preferir) com todos os gastos, do pequeno com a manicure, por exemplo, até o grande, com as bebidas importadas. Afinal, “é de grão em grão que a galinha enche o papo” e se encher o papo demais é possível que não consiga engolir.

Algumas imagens foram transferidas da internet, cujas autorias não estavam reveladas.Caso o autor aqui as reconheça, favor contatarmos, via e-mail, que o Blog creditará a autoria. Obrigada.
Some images were downloaded from the internet, whose authorship was not revealed.If the autho recognizes them here, please contact us, by email, that the blog will credit the authorship . Thank you.



Algumas imagens foram transferidas da internet, cujas autorias não estavam reveladas.
Caso o autor aqui as reconheça, favor contatarmos, via e-mail, que o Blog creditará a autoria. Obrigada.
Some images were downloaded from the internet, whose authorship was not revealed.If the author recognizes them here, please contact us, by email, that the blog will credit the authorship . Thank you

Nenhum comentário:

Postar um comentário